Vai trabalhar como PJ? Confira 5 dicas para te ajudar neste início.

1º Faça um plano de previdência privada ou reserva de emergência

Quem é registrado como CLT tem alguns benefícios, como vale transporte, vale refeição, seguro desemprego, FGTS, entre outros. Agora, como PJ, receberás pela sua prestação de serviços com emissão de Nota Fiscal de sua Empresa e, esse recebimento será maior do que um CLT na mesma função, e deverá planejar sua vida, para que tenha segurança e consiga arcar com os imprevistos. Investir em previdência privada é uma das formas de guardar algum dinheiro e, garantir seu rendimento futuro.

2º Contrato de trabalho

Sendo PJ, trabalharás como prestador de serviços através de contrato civil e não trabalhista (CLT). Por isso, o ideal é que tenha auxílio de um advogado, para que possa avaliar todas cláusulas e não ter dores de cabeça no futuro.

3º Negocie bem sua contratação

Hoje em dia é normal a possibilidade de um profissional deixar de ser CLT e passar a ser PJ em outra empresa. Sendo assim, tente negociar alguns benefícios, como férias, 13° salário, dentre outros, que a contratação como CLT concederia. Esses valores podem ser calculados e diluídos na remuneração mensal, assim você ganha mais todo mês e, se organiza como preferir.

4º Entenda e faça entender a sua função

O PJ é uma empresa prestadora de serviços, sendo assim, não há subordinação. Os serviços que serão executados devem ser bem especificados no contrato de prestação de serviços, e somente o que foi definido no contrato deverá ser solicitado pelo contratante; caso venha a executar novas funções, avalie a possibilidade de um aditivo do contrato, incluindo as tarefas e os custos adicionais que possa ter.

5º Contrate um bom contador

O regime tributário e a legislação brasileira são complexos, então, para que tenha a menor tributação possível, fechamento das contas mensais e transmissões de obrigações acessórias da empresa, entre outras dúvidas que provavelmente terás ao longo do tempo, será necessário ter um contador eficaz e de confiança, para lhe ajudar nesses procedimentos. A OCP é um escritório especializado em PJs, entre em contato conosco para podermos esclarecer todas as suas dúvidas.




Novidades no imposto de Renda 2021

Prazo de declaração

Em 2020 devido a pandemia, o prazo para transmissão da declaração foi prorrogado, porém esse ano, o prazo volta ao normal e, a data limite para transmitir a declaração é dia 30/04/2021.

Auxílio emergencial

Os beneficiários do auxílio emergencial que tiverem obtido rendimentos tributáveis acima de R$ 22.847,76 no decorrer de 2020 são obrigados a transmitir a declaração. E além disso, os beneficiários que estiverem nessa situação deverão devolver os valores recebidos do auxílio emergencial.

Inclusão de novos códigos para declarar criptomoedas

Você que possui criptoativos agora poderá declarar na ficha de “Bens e Direitos”. A falta desses códigos para declarar esses rendimentos gerava muita dúvida sobre onde deveriam ser informados, e agora com essa inclusão, não terá mais esse problema.


Entre em contato conosco para transmitir a sua declaração de imposto de renda, nossa equipe vai lhe auxiliar na elaboração, transmissão e, tirar todas suas dúvidas.